Sibutramina para emagrecer

Um dos medicamentos para perda de peso mais conhecido e usado no mundo, a Sibutramina, possui inúmeras especificações. Conheça quais.

emagrecer1Com a comercialização proibida desde 2010 nos Estados Unidos, a Sibutramina continua sendo utilizada no Brasil por meio da Anvisa, que liberou a pílula sob venda restrita - mas vedou inibidores de apetite que levam anfetamina na fórmula. Isso porque o remédio para emagrecer gerou muitos casos de problemas cardiovasculares nos pacientes que o utilizaram.

No entanto, a Sibutramina é a pílula para emagrecer mais procurada para o tratamento da obesidade.

Como funciona a Sibutramina

sibutramina

A Sibutramina aumenta o metabolismo e, portanto, também a queima de calorias, e supre o apetite. Ela funciona através do aumento dos níveis de dois mensageiros no cérebro: norepinefrina e serotonina. Estes dois elementos químicos são responsáveis por acionar o mecanismo de saciedade - o centro de satisfação no cérebro – o que auxilia a comer apenas o suficiente. Desse modo é possível eliminar o peso adicional além do que se perderia somente com dieta e atividade física.

Como usar a Sibutramina

Geralmente a Sibutramina é tomada com ou sem alimentos, uma vez por dia. Um médico pode recomendar que se comece com uma dose baixa e, posteriormente, aumente a dose, ou diminua, caso surja alguma complicação.
Logo nas primeiras semanas já é possível perder peso com a Sibutramina se o plano de dieta e exercícios forem seguidos corretamente de acordo com a recomendação médica. Se acontecer do paciente não emagrecer durante o período de um mês com a ingestão do medicamento, deve-se consultá-lo para entender o problema.

Mesmo quando o peso desejado for alcançado através do tratamento, deve-se continuar a tomar a pílula por mais algum tempo (tempo que será estimado pelo médico), já que a pausa do consumo de Sibutramina pode fazer o paciente ganhar peso novamente.

Recomendações gerais

Quando consultar um médico para começar o tratamento com Sibutramina, informe-o se você estiver nas seguintes condições:

  • Anorexia nervosa, bulimia ou outro distúrbio alimentar
  • Glaucoma
  • Doenças do coração como insuficiência cardíaca congestiva ou um ataque cardíaco anterior
  • Problemas de ritmo cardíaco ou palpitações, dor no peito
  • Pressão alta
  • Doença renal ou hepática
  • Acidente vascular cerebral ou sintomas de um acidente vascular cerebral
  • Doenças da tireoide
  • Reação alérgica a algum componente da Sibutramina, ou outros medicamentos, alimentos, corantes ou conservantes
  • Gravidez ou tentando engravidar
  • Amamentação

Antes, durante e após o uso de Sibutramina consulte um médico ou profissional da saúde indicado para este tipo de tratamento.